Você é uma mãe legal?

mae-legalDesde que nasci, eu sou filha. E nada melhor do que uma filha para saber se a mãe é uma pessoa legal.
Eu tenho uma mãe legal. Ela cuida de mim, me leva para passear, me conta histórias, me ensina uma porção de coisas e até brinca comigo.
Quando eu era bem pequenininha, ela me amamentava. Depois me deu papinha na boca. E até hoje se preocupa que minha alimentação seja saudável.
Mas ela não é legal só por isso. Tem uma coisa que ela nunca se esqueceu, nunca mesmo. Foi o que ela chama de alimento espiritual. Sabe o que é isso? É me falar das coisas boas da vida, da alegria que é viver, da existência de Deus, que criou o universo sem fim e tantas coisas bonitas que existem.
Mãe é aquela que tem o filho, mas mãe-mãe (duas vezes mãe) é aquela que cuida dele. E cuida direitinho. Eu já percebi que ter um filho é uma coisa, criar um filho é outra muito, mas muito diferente e difícil.
Tem mãe que só abraça os filhos quando eles são bem pequenos.
Tem mãe que vive reclamando que seus filhos dão muito trabalho.
Tem mãe que reclama que não percebeu que os filhos cresceram.
Tem mãe que limpa a casa, faz comida, trabalha muito e não tem tempo para os filhos. Assim não pode acompanhar as descobertas deles, de se alegrar com a alegria deles, de rir junto, de crescer com eles.
É por isso que, hoje em dia, tem criança que aprende mais com a televisão e com a internet do que com a mãe.
Sabe, eu sou criança, mas sou sabida. Descobri que todas as pessoas que existem no mundo, todas mesmo, nasceram de suas mães. Então, se todas as mães ensinassem coisas boas para seus filhos, o mundo seria bom.
É por isso que eu, uma filha criança, vou dar um conselho para as mães adultas.
Mãe, lembre que seu filho copia muito o que você faz, aprende muito como que você fala, em todos os momentos. Eu sei que tem muitas coisas complicadas no mundo, mas, todo dia, lembre-se de falar e dar exemplo de alegria, de coragem, de entusiasmo, de esperança numa vida melhor. Não precisa ser todos no mesmo dia. Um por dia está bom.
Mãe legal é também aquela que está sempre querendo aprender, mudar para melhor, se desenvolver. Aquela que já parou de crescer em tamanho, mas está sempre crescendo por dentro.
Mãe, você quer ajudar o mundo a melhorar? Uma forma é ajudar seus filhos, sendo uma mãe legal. Já pensou? Aí sim o mundo vai ficar uma delícia para se viver.

Share Button

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *