Clêudio Bueno em entrevista para a revista Sexto Sentido

bueno-revista-ss

Clêudio Bueno é o xamã Crístico que busca as soluções para as necessidades humanas junto às dimensões dos Planos Divinos, trazendo Cura, Paz e Luz ao desenvolvimento espiritual de cada um.

O Xamanismo é a forma mais antiga e arcaica de vibração, na qual o ser humano busca sua ascensão e iluminação através dos animais de poder, instrumentos, cores, estações a arquétipos.

Clêudio Bueno é, além de arquiteto, sociólogo e cientista político, xamã crístico e, através do despertar da chama trina, aumenta e eleva a força de ascensão até o santo ser crístico tendo, assim, o acesso à presença divina EU SOU, bem como a comunhão com Ela, para a plena iluminação do ser humano. Foi iniciado no deserto de Mojave e na igreja da luz interna (Church of Inner Light – Masonic Temple – Los Angeles, Califórnia) e acompanha os grupos da PAX em vários países desde 1993, liderando Vivências Xamânicas, desde então.

SS  – A origem do Xamanismo se encontra no homem primitivo, do período paleolítico, ou está centrada na cultura indígena? Como se explica sua associação com as crenças ancestrais e os 4 elementos da natureza?

CB  – O Xamanismo está na origem do homem primitivo, uma vez que tudo que foi criado antes do aparecimento das religiões tem a ver com a forma de pensamento, nos quais os elementais  eram criados, através das formas, sons, cores, símbolos, instrumentos e estações da natureza. Os índios norte- Americanos, bem como a cultura indígena de todo o mundo, são os portadores e mantenedores desta energia de uma forma ancestral, na qual podemos sentir a real ligação com a Tradição.

SS  – Sua trajetória  envolve o xamanismo e os mestres Ascensionados . Qual a relação entre eles e como incorporá-los ao seu dia a dia?

CB  – No cotidiano, a forma mais prática de utilizar o Xamanismo é buscar pelo equilíbrio e pela harmonia dos corpos físicos , mental e espiritual. Dentro dos preceitos que envolvem as praticas  e as dimensões , existe a Trindade Metafísica entre o ser, o Santo ser crístico e a presença divina do eu sou. O santo ser crístico é o mensageiro entre o ser a presença divina eu sou, que é exatamente a representação do xamã mensageiro entre o homem e o divino.

O Xamanismo Crístico é todo feito dentro da hierarquia dos mestres ascensionados  e o corpo emocional faz parte da travessia entre a terceira e a quinta dimensão.

SS  – Qual a definição mais justa para o Xamanismo no âmbito da religiosidade?

CB  – O Xamanismo não é uma religião, não é uma Filosofia; é uma TRADIÇÃO.

Existe como uma fonte de energia criadora, na quarta dimensão, entre os mundos  superior, médio e inferior.

SS  –  Como o Xamanismo influencia o cotidiano das pessoas  e quais os efeitos emocionais e psicológicos para os seus praticantes?

CB – A Influência no dia a dia é sentida na renovação e na purificação da preservação da natureza, dos elementos da vida e na busca constante do bem.

Colocamos em primeiro lugar os quatro elementos – a água, a terra, o fogo e o ar -, os quais se entrelaçam sempre em virtude do quinto elemento, o éter.

Não tem efeito colateral  pois  no Xamanismo Crístico não utiliza as plantas sagradas ou qualquer cerimônia religiosa de incorporação.

SS –  O tambor Xamânico é famoso por seu mistério e todas as lendas com as quais está envolvido.Qual a sua relação com os rituais e qual o preparo necessário para que uma pessoa possa participar?

aguia-americana

CB – O tambor é talvez a primeira forma de som reconhecida pelo homem, quando ouviu o trovão e a batida do seu coração. A nossa relação com o tambor vem da Mãe Terra e Mãe Biológica.

Quando nós ouvimos a batida do tambor de forma rítmica e constante, essa interação é automática e constante, essa interação é automática e nos remete a outras dimensões, chamadas, durante a travessia, de viagens xamânicas. Não é necessário nenhum preparo, mas cuidados: abster-se  de álcool, de carne vermelha e de fumo para os atos ritualísticos e cerimoniais, uma vez que o tabaco ( o cachimbo e a fumaça) e a energia sexual (kundalini) fazem parte do processo energético para sua realização.

SS – A mudança de estações do ano influencia as práticas dessa crença de que forma?
Existem características específicas xamânicas ou elas são as mesmas, independentemente do país que a pratique?

CB  – Cada estação representa um período da vida de cada um. A Primavera, por ser o nascedouro do Sol, tem a ver com o nosso nascimento, representando os primórdios, o start de tudo aquilo com o que nós sonhamos e queremos construir.

O Verão é representado pela direção sul e é nossa infância, na qual procuramos afirmar e solidificar aquilo que queremos , fazendo a passagem para adolescência  de forma mais segura. É representando pelo elemento Terra.

O Outono está na direção oeste, que já é justamente a fase adulta, e que conseguimos concretizar os nossos sonhos e aquilo e aquilo que foi solidificado. É uma época de reflexão, balanço e interiorização  das coisas executadas. O urso é o animal de poder dessa direção.

O inverno trata da nossa preparação para a passagem a outros planos. O norte sempre mostra magnetismo, o ponteiro da bussola que nos traz a certeza de uma vida realizada e de experiências acumuladas. É hora de fazer as Orações.

SS  – Qual o processo responsável por revelar as forças da Terra correspondentes a cada ser Humano? Como se expressa essa relação do homem com o planeta?

CB  – Através da Atitude , o Cosmos, o Universo, as Galáxias, os Sistemas Solares, a Terra, a Natureza e o ser Humano são envolvidos fazendo, assim, com que o poder Divino possa ser compreendido na sua magnitude, magnificência do Todo com o Um e do Um com o Todo, em que as intenções e os sentimentos compartilham das ações.

Através da sintonia, buscamos a frequência o ritmo e as vibrações adequadas ao desenvolvimento do ser humano em relação ao todo, expressando a paz, a clareza e a objetividade com os irmãos , com os reinos e todas as esferas dos planos espirituais, recebendo, dessa forma, as revelações do grande Espírito.

A união da Atitude com a Sintonia revela-se na Consciência Crística que, através  de uma Alquimia oculta e interna, desenvolve todo o aparelho físico, transformando o DNA, através de um chip interno localizado no centro do nosso coração, onde reside a Chama Trina, trazendo a completude deste e de outras vidas.

Uma vez feita essa conexão, o santo ser crístico é acionado, revelando verdade, isto é, emitindo à presença Divina Eu Sou.
Esta conexão nada mais é do que a Luz que está desperta, iluminada, trazendo, dessa maneira, o desenvolvimento planetário, o qual é guindado ao  Espírito Gaia que, por vez, também é elevado, dando o prosseguimento da evolução cósmica.

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *