19 de Abril – Dia do Índio

pena-brancaDesde 1943 com a intervenção de Marechal Rondon, criador do Serviço de Proteção ao Índio, foi decretado no Brasil pelo Presidente Vargas o Dia do Índio para relembrarmos da sua importância em nossa História.

Neste dia abençoado rendemos nossas homenagens a todos os Índios de todas as tribos e de as épocas: os aborígenes da Austrália, remanescentes da antiga Lemúria, os Mauis da Nova Zelândia, os Kahunas do Havaí, assim como os Tibetanos, Esquimós, Astecas, Maias, Incas, Apaches, Cherokees, Navajos, Aruaks, Tupis Guarani, Aimorés, Xavantes, Caiapós e Aruaques, em fim a todos os Índios e Xamãs que se confraternizam com as fontes de energias dos Reinos Animal, Vegetal e Mineral de nossa amada Mãe Terra.

Mas especialmente agradecemos a sempre Presença e as Bênçãos do nosso Amado Pena Branca que com sua autoridade e Poder de Purificação e Proteção nos acompanha dia a dia, abençoando nossas vidas, nossas missões, nossos, pedidos, nossos sonhos, para serem iluminados com a força da manifestação da Boa aventurança.

Pena Branca, Ser de imensa Luz e  extremo amor. Sua humildade é tão grande que todos os membros da sua Legião também se apresentam com o nome de Pena Branca, descartando assim a vaidade da personificação.

Através do seu Poder e Misericórdia e compreendendo que o ser humano é um voluntário cumprindo aqui na Terra sua missão individual e coletiva, vem Ele de altíssimas esferas de luz e chega até nós para nos limpar e purificar das energias mais densas, mal qualificadas que acumulamos no nosso agitado e estressante dia a dia, por pensamentos, sentimentos e ações e algumas vezes também adquiridas que magnetizamos de outras pessoas ou de outros ambientes.

Basicamente Pena Branca atua no mental de cada pessoa, purificando ideias e sugestões advindas de emoções  de baixa frequência enérgica, tais como mágoas, ressentimentos, ansiedade, ciúmes,  falsos conceitos, antigos paradigmas, etc. que acabam se manifestando, como válvula de escape em doenças, desarmonia em relacionamentos, dificuldade financeira e tanto mais.

Porém para Pena Branca não basta apenas a força da purificação. É de sua vontade que possamos ser saudáveis, felizes, conquanto que a sua Luz, a sua cor, é o laranja da força Sol, da Vida que traz o otimismo, esperança e alegria. Para tanto Ele também atua no nosso mental ampliando o senso da inspiração, da Co-criação.

É Ele que em todos os cerimoniais é o primeiro a chegar para nos saudar. Saudar nossos guias espirituais, a nossa Mãe Terra e todos os seres de todos os Reinos.

O nosso majestoso e maravilhoso Pena Branca com seu lindo cocar branco que desce até os seus pés, no seu imenso amor e poder a Ele conferido, atende a quem por Ele invoca e depois de “limpar” todos os obstáculos criados pelas dúvidas, desânimo e instabilidade emocional, abre nossos caminhos abençoando e iluminando para que possamos perceber novas  oportunidades e discernir o caminho mais curto e a forma mais correta, rápida e fácil de alcançar o nosso respectivo objetivo.

Não obstante PENA BRANCA coloca-se a disposição servindo de “ponte” entre o seu “protegido” e os Mestres, Anjos, Elohins e os nossos Irmãos Interplanetários, vez que  a nossa própria frequência vibratória não permite uma maior aproximação com esses seres.

Gratidão eterna a Pena Branca, a todos os Xamãs! Amém! Amém! Amém!

RITUAL PARA FAZER SEUS PEDIDOS PESSOAIS

1 – Molhe com água os pulsos e nuca para uma rápida limpeza energética, afirmando: “EM NOME DE PENA BRANCA ESTOU SENDO PURIFICADO DE TODA E QUALQUER ENERGIA NOCIVA DE DOENÇAS, INVEJA, MEDOS, LIMITES (etc.).NADA MAIS PODE ABALAR A PAZ, A ALEGRIA, A SAÚDE, A PROSPERIDADE (etc.) QUE REINAM EM MIM. ASSIM É DETERMINADO PELA LEGIÃO DE LUZ DE PENA BRANCA E ASSIM PERMANECERÁ.”

2 – Escreva em uma folha de papel de seda, seus pedidos e objetivos;

3 – Acenda uma vela Laranja ou Branca, releia seus pedidos, pedindo a Benção e a Proteção de Pena Branca;

4 – Queime o papel de pedidos na chama da vela e faça uma oração (de sua preferência) em agradecimento.

RITUAL DE HOMENAGEM A PENA BRANCA

1)  Lave e enxague  bem as mãos por 3 vezes  na simbologia da purificação física, emocional e mental.

2)  – Acenda a vela (Laranja ou Branca), e ofereça a  chama em nome do Amor e da Gratidão por Pena Branca para que possa Êle lapidar  suas atitudes de um co-criador perfeito nas irradiações dos Grandes Elohins e de sua Presença EU SOU.

3)  Nesse dia observe seus pensamentos e sentimentos. Exemplo: toda vez que ocorrer um  pensamento de baixa frequência energética,  substitua-os com leveza, discernimento, compreensão e tolerância, da mesma forma que um Co-Criador da Perfeição, um sábio, um Mestre faria, ou seja a mente à serviço da alma. Afirme: “NADA PODE ME ABALAR. EU SOU O PODER DA LUZ QUE CO-CRIA A PERFEIÇÃO”. Treine visualizações criativas (holográficas) de alegria, felicidade e leveza de viver na força e no poder  de manifestações perfeitas, ou seja,  projeções  de pensamentos junto com intensões e sentimentos.

4)  Observe a sua alimentação para melhorar a vibração do corpo físico. Inclua nas suas refeições alimentos crus (legumes, verduras, frutas) e líquidos (sucos naturais), muita água e tomar sol (a sua irradiação) e tenha atitude ecológica com o reino mineral, vegetal e animal.

5)  Ofereça a sua própria irradiação a todos os seres de todos os Reinos (Animal, Vegetal, Mineral e Hominal) a Mãe Terra e Gaia, seu Espírito.

Share Button

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *